sábado, 8 de janeiro de 2011

3. Depois de cenas e mais cenas

Depois de cenas e mais cenas
Minha tarde fez-se monótona
Meu quarto ficou em silêncio
Sem nem violão a pronunciar nota

Deitei na cama fria
Fechei meus olhos para pensar
Ouvi passos e me voltei
Com meu coração a disparar

Eis que entra pela porta
O rosto mais encantador
E meu dia fez-se alegre
Com a presença do meu amor

Beijos, olhares e abraços
Mudaram minha tarde vazia
Sorrisos e boas conversas
Da mais perfeita companhia

Assim passou-se o tempo
Meus olhos quiseram acordar
E ao perceber a realidade
Pedi à Deus para voltar a sonhar


- Autora: Elizabeth Vaz da Cunha

Um comentário:

Natália disse...

Vc tem talento mesmo hein, menina!! hehehe...Artista nata!!!
bjuus